Google+ Badge

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Minha solidariedade total ao Beto Almeida

TVC - Minha solidariedade total ao Beto Almeida

Beatrice lista

Minha solidariedade total ao Beto Almeida

(Sábado, 29 de Agosto de 2009 às 15:01hs)

Tenho evitado drogas mais pesadas e por esse motivo a única revista semanal brasileira que leio com assiduidade é a Carta Capital.
Mas alertado pelo jornalista Altamiro Borges em um artigo publicado hoje no Vermelho, fui procurar no Google a matéria que Isto É fez contra Beto Almeida, jornalista que conduz a Telesur no Brasil.
O Antonio Mello arruou uma ótima definição para esse tipo de matéria piguiana: porcalismo. Trata-se de um exemplar inequívoco do porcalismo brasileiro.
Beto Almeida é “denunciado” em Isto É por trabalhar no Senado e ao mesmo tempo “dirigir” a Telesur. Esse é o suposto motivo da matéria-denúncia.
E para dar densidade à acusação a revista foi entrevistar o “insuspeito” senador tucano Álvaro Dias, adversário político do governador Requião, que retransmite a Telesur pela TV Publica do Paraná.
Vejam como é grave a acusação de Álvaro Dias: “é preciso saber se as atividades paralelas dele com o governo Chávez são compatíveis com os horários de trabalho no Senado.”
IstoÉ não ataca apenas Beto Almeida. O que ela faz é tentar intimidar o direito de jornalistas como ele de lutarem por outros veículos de comunicação que não sejam os dos cartéis midiáticos.
É esse o sinal dado pela revista. E não tenho dúvida que isso tem muito a ver com a Conferência da Comunicação.
Alguns sinais já vêm sendo dados pela nossa doce mídia de que entraremos no fogo cruzado do seu denuncismo vil.
O triste é saber que há jornalistas (e quase todos com diplomas, viu amigos) fazendo esse trabalho sujo para o cartel das coorporações midiáticas.
Este blogue e a Revista Fórum solidarizam- se com Beto Almeida.
É importante que a blogosfera progressista e democrática faça o mesmo.
Beto Almeida é um pretexto.
Quem está sendo atacado é o nosso legítimo direito de buscar construir um novo espaço de comunicação no país.
De tentar democratizar o direito a comunicação no Brasil.

Nenhum comentário: