Google+ Badge

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Instituto Millenium e o “privatize já”


Por Altamiro Borges

O Instituto Millenium, que reúne os barões da mídia nativa, deveria ser contratado de vez para assessorar o PSDB. Nos últimos dias, os caciques tucanos têm insistindo na urgência de uma nova plataforma econômica para a legenda, que saiu chamuscada das eleições de outubro. Aécio Neves, o cambaleante presidenciável, só tem tratado de economia nos seus últimos artigos nos jornalões. FHC também se dedica ao tema. Ambos pregam a volta das privatizações. Neste rumo, o mais prático seria adotar logo o programa do Millenium.

Em artigo publicado hoje no jornal O Globo, o economista Rodrigo Constantino, diretor do órgão e um dos seus principais mentores, defende de forma escancarada as privatizações como solução para todos os males do capitalismo. Seu slogan – que também é o título do seu livro – é “Privatize já!”. Para ele, o estado é um péssimo administrador e fonte de roubalheiras. “Não é coincidência a enorme quantidade de escândalos de corrupção que é divulgada na imprensa envolvendo estatais”, afirma o ideólogo do Instituto Millenium.

Para este seguidor fundamentalista do neoliberal Milton Friedman, “basta o Estado intervir muito para estragar qualquer setor da economia. Quando um partido com mentalidade mais estatizante assume o governo, a situação tende a piorar bastante. A arrogância de que o governo pode fazer melhor do que a iniciativa privada acaba levando a um nefasto modelo ‘desenvolvimentista’. É o caso do governo atual. A presidente Dilma acredita que é realmente capaz de administrar os importantes setores de nossa economia”.

Para ele, apenas o “deus-mercado” pode salvar a economia dos “populistas” que hoje comandam o Brasil. “O governo atual sofre do transtorno de personalidade limítrofe. Ele ainda não sabe se quer fazer parte do grupo dos vizinhos mais decentes, como Chile, Colômbia e Peru, ou do ‘eixo do mal’, com a Venezuela, Argentina, Bolívia e Equador. Pelos sinais emitidos até aqui, ele parece gostar é do fracasso socialista mesmo”. Como se observa, não há diferenças entre as bestas neoliberais do PSDB e do Millenium!

Nenhum comentário: