Google+ Badge

domingo, 6 de abril de 2014

Ativista Heloísa Greco é detida em Belo Horizonte

heloísaBrasil - Diário Liberdade - Os ativistas da Frente Independente pela Memória Verdade e Justiça de Minas Gerais e do Instituto Helena Greco de Direitos Humanos e Cidadania, Heloísa Greco (Bizoca) e Bruno, foram arbitrariamente presos e agredidos por guardas municipais e policiais militares, por volta das 19h30 deste domingo (30/03), quando fotografavam cartazes que estavam no busto do Marechal Duque de Caxias, na Praça Duque de Caxias, no bairro Santa Tereza, em Belo Horizonte. Heloísa e Bruno foram liberados na madrugada desta segunda-feira.

A prisão ocorreu quando os ativistas fotografavam cartazes que estavam pregados em um busto do Marechal Duque de Caxias, na Praça Duque de Caxias, no bairro Santa Tereza, quando guardas municipais agiram com violência arbitrária contra os ativistas. Após a prisão, os ativistas foram encaminhados para a central de flagrantes (5ª Delegacia de Polícia), localizada na Rua Pouso Alegre, nº 417, bairro Floresta.
Bizoca é filha de Helena Greco, histórica militante na luta contra o regime militar, pelas liberdades democráticas e em defesa dos presos políticos.
A prisão arbitrária e as agressões cometidas por policiais contra os ativistas ocorre às vésperas de se completarem 50 anos do golpe militar que infelicitou nosso país durante décadas de perseguições, torturas, assassinatos e desaparecimentos forçados de militantes, intelectuais progressistas, lideranças operárias e camponeses, jovens, homens e mulheres de nosso povo, regime que cometeu crimes hediondos contra os quais Dona Helena Greco lutou até os últimos dias de sua vida e contra os quais Bizoca continua lutando.
Repressão ocorre no contexto da renomeação de viaduto "Elevado Castelo Branco", que agora homenageará Helena Greco
O PL 646/13, de autoria do vereador Tarcísio Caixeta (PT), propõe a alteração do nome do viaduto conhecido como "Elevado Castelo Branco", que liga a região Noroeste ao Centro da capital mineira, para "Viaduto Helena Greco". O projeto de lei está nas mãos do prefeito Márcio Lacerda. Além disso, a filha de Helena Greco, Bizoca, está ligada às manifestações que serão feitas em Belo Horizonte para rechaçar o golpe militar de 1964, previstas para o dia 1º de abril, no viaduto que deverá homenagear Dona Helena Greco.

Nenhum comentário: