Google+ Badge

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Assembleia de SP aprova proibição do uso de bala de borracha em protesto 221

Na noite de ontem, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou a proibição do uso de balas de borracha pela PM em manifestações. A medida é tardia, mas reacende a necessária chama de um debate adiado há tempos: a forma de atuação policial.
A política de segurança pública em geral é deplorável, mas a paulista em especial é uma das mais descontroladas do Brasil, com o segundo maior índice de mortes de civis por policiais, perdendo apenas para o Rio de Janeiro.
Esta truculência e despreparo para lidar com o cidadão reflete-se obviamente nas manifestações, em que assistimos ao longo dos anos cenas chocantes de espancamentos e mutilações, casos estes que se intensificaram desde junho de 2013.
É necessário controlar o cão raivoso que é a PM paulista. No entanto, a gestão da segurança pública do governo do estado sempre foi pautada pelo conservadorismo e repressão, o que nos deixa pouco otimistas quanto ao posicionamento do governador sobre a questão das balas de borracha, já que esta lei será submetida à sua sanção ou veto.
Já foi divulgado que a PM desobedece orientações internas do uso deste armamento e não houve qualquer modificação de atuação ou esclarecimento, vamos ver se a legalidade tão proclamada pelo governo do estado serve para os dois lados da moeda.
Foi aprovada na noite desta quarta-feira (3), no plenário da Assembleia Legislativa do Estado de...

Nenhum comentário: