Google+ Badge

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Livro reúne experiência de ONGs em democratização da comunicação


Fonte: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_secao=6&id_noticia=205159


A Agência Latino-americana de Informação (ALAI) acaba de editar o livro Democratizar a palavra: movimentos convergentes em comunicação. A publicação, em espanhol, reúne a posição expressada por várias coordenações e organizações sociais e indígenas, assim como plataformas comuns e normativas legais que estão abrindo brecha para tornar realidade a democratização da comunicação e o reconhecimento pleno do Direito à Comunicação, no Equador e América Latina.



O livro foi coordenado pelo comunicador equatoriano Oswaldo León, Diretor de ALAI. Nele, se assinala que o processo de democratização da comunicação se "trata de uma luta que passa pela atualização das normativas legais – para que a liberdade de expressão deixe de ser o privilégio de uns poucos -, e políticas públicas que garantam o pluralismo e a diversidade, preservando o interesse coletivo sobre apetites particulares.

Diante desta Elemental aspiração democrática, a reação furiosa dos grandes grupos midiáticos é uma demonstração por si mesma da magnitude do poder que detém – como atores estratégicos para a reprodução do status quo -, pois desta maneira inclusive conseguem intimidar a muitos atores políticos, quando não governos. Mas não passam de ser "triunfos” circunstanciais, pois a causa pela democratização da comunicação já está marcada na agenda das mudanças históricas.

O próprio impacto que a comunicação tem em todas as ordens da vida contemporânea conduz para que a demanda por sua democratização deixe de ser um assunto circunscrito a quem está diretamente envolvido neste campo e se torna um desafio cidadão. "E esta é a dimensão que esta luta tem na atualidade”.

Nenhum comentário: